• Xando Vilela

INSTINTO


Sou como um bicho que observa atento a própria natureza na tentativa de não sucumbir apenas aos seus instintos. A razão é necessária, especialmente em tempos como estes que vivemos povoados por covardes e maniqueístas que buscam alimentar seus egos a qualquer preço. Porém, sinto cada vez mais uma necessidade de “irracionalizar” nessa existência com o patriarcado, repleta de “ísmos” e “filias” com discursos falsos do politicamente correto. O instinto é alicerce para a transgressão! Amar alguém é transgredir a si. Ajudar a quem nos machucou também, ser contra aquilo que denigre, humilha e ridiculariza o outro é um ato transgressor nesta sociedade doente que estamos.

Não falo em usarmos nossa força interior para sermos bonzinhos. Afinal eu mesmo Sou o que posso, mas posso mais do que imagino, e para isso preciso me permitir ao ato de observar primeiramente a mim e depois a você que me aponta, descreve e me determina quem sou. Agora me olhe, fite minha fronte, veja minhas marcas do tempo aqui te encarando, à espera de sua reação. Te amar, ignorar ou até mesmo atacar será o resultado da construção do nós. Então te convido a vir com toda sua força, sua fragilidade, esperança, ódio, alegria e medo para que possamos juntos devorar a tudo isso como bichos selvagens e criar algo novo, só nosso, humano e repleto de energia. Sejamos luz, mesmo que ela seja resultado de uma explosão



Xando Vilela

4 visualizações

© 2019 por Xando Vilela

TODAS AS GRAVURAS FORAM DESENVOLVIDAS PELO ARTISTA PERRON RAMOS © 2019

  • Facebook B&W
  • Twitter B&W
  • Instagram B&W